Pai que atirou no filho com cartucheira é solto na véspera do aniversário

O sitiante José Carlos Pereira Rios, 63, do bairro Timboré, em  Andradina, comemora neste sábado, 16, a sua liberdade e principalmente seu aniversário em família.  

56 0

O sitiante José Carlos Pereira Rios, 63, do bairro Timboré, em  Andradina, comemora neste sábado, 16, a sua liberdade e principalmente seu aniversário em família.

 

(Foto: jornalimpactoonline)

Acusado de tentativa de homicídio e posse ilegal de arma de fogo, ele passou onze dias no cárcere, iniciando na cadeia pública de Pereira Barreto, Centro de Detenção Provisória de Caiuá e por fim na Penitenciária de Andradina, até ser revogada sua prisão preventiva nesta sexta-feira.

O caso quase acabou em tragédia de família. Ao presenciar uma briga entre os filhos Sidney e Vagner, José Carlos interviu, porem não conseguiu separá-los. Fora de controle, Sidney pegou um machado e ameaçou a ambos de morte.

O pai pegou uma espingarda cartucheira e deu um tiro de advertência para o alto, mesmo assim não resolveu o entrevero. Com medo de um irmão matar o outro atirou no braço daquele que segurava o machado, assim evitando um mal pior.

A família, bastante preocupada com a situação do sitiante, que nunca tinha sido preso, procurou o advogado criminalista Gil Ortuzal, que não mediu esforços para tentar resolver o caso e mobilizou a equipe criminal do seu escritório para a defesa técnica.

Em contato com Ortuzal, o mesmo confirmou a liberdade de seu cliente e disse: “O senhor José Carlos é um homem de bem, boa índole, chefe de família, trabalhador, honesto e jamais mataria um filho. Teve a precaução ao atirar para cima e depois no braço do Sidnei, evitando realmente uma tragédia”, avaliou o advogado.

Segundo ele, a esposa, três filhos (inclusive os que brigaram) e netos foram em seu escritório. “Não tínhamos como não analisarmos o caso tecnicamente e observamos uma flagrante legítima defesa. A justiça está sendo feita, ele vai responder o processo, porém em liberdade, e hoje por incrível que pareça haverá festa em família, aproveitando o ensejo de seu aniversário de 63 anos”, divulgou Ortuzal.  O processo tramita na Segunda Vara Criminal do Fórum de Andradina.

Veja Também

Neste artigo

Participe da conversa