Preso por matar jovem após carona estava foragido de ‘saidinha’

Jonathan Pereira do Prado cumpria pena por assalto em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, e não voltou após saída temporária em março Por Da Redação

28 0

Jonathan Pereira do Prado cumpria pena por assalto em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, e não voltou após saída temporária em março

Em depoimento, Jonathan, que cumpre pena por assalto, confessou ter entrado no grupo virtual com a intenção de roubar Kelly através de uma falsa carona. Ele tem passagens por estelionato, furto e receptação e já era alvo de um mandado de prisão antes do envolvimento no caso. Foram presos outros dois suspeitos, Wander Luis Cunha e Daniel Teodoro da Silva, que, de posse de bens da jove

Kelly estava desaparecida deste quarta-feira quando, segundo contou a família à polícia, havia deixado a cidade de São José do Rio Preto, onde residia, para viajar até a cidade de Itapagibe, em Minas Gerais, para visitar o namorado. A jovem fazia parte de um grupo de carona e tinha combinado de levar um casal até a cidade mineira. Na hora da viagem, a mulher desistiu e foi apenas o homem, Jonathan, que não era conhecido de Kelly.

O corpo da jovem foi encontrado na tarde desta quinta-feira em um córrego no interior de Minas Gerais. A declaração de óbito aponta para morte por asfixia e estrangulamento. O caso é tratado até o momento como latrocínio, informa a Polícia, mas o fato de Kelly ter sido encontrada sem as calças evoca a possibilidade de tentativa de estupro.

(Com conteúdo Veja)

Neste artigo

Participe da conversa