TRÊS LAGOAS

POLITÍCA NACIONAL

Pacheco diz que nunca afirmou que seria candidato à Presidência

Publicados

POLITÍCA NACIONAL


source
Rodrigo Pacheco
Reprodução: commons

Rodrigo Pacheco

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse nesta terça-feira nunca ter afirmado que seria candidato à Presidência da República, embora tenha recebido o convite do partido para concorrer. A declaração foi dada durante um evento no qual o parlamentar participou em Belo Horizonte. Com menos de 1% nas pesquisas de intenção de voto, a fala é mais um indicativo de que o senador não deve se lançar ao Planalto.

Questionado por jornalistas se desistiu da disputa, Pacheco respondeu que ainda não deu resposta ao convite feito pelo PSD para ser candidato. 

“Eu nunca afirmei uma candidatura à Presidência da República. O meu partido, PSD, deseja ter candidatura própria. Eu recebi um convite do presidente do partido, da executiva e dos parlamentares para uma candidatura pelo PSD. E é uma avaliação que ainda não foi feita plenamente por mim. Mas é natural que o partido queira ter uma candidatura própria e no momento certo isso será afirmado pelo partido”, afirmou.

Leia Também:  Senador Omar Aziz é diagnosticado com Covid-19: "Estou assintomático"

O convite para concorrer à Presidência foi feito pelo presidente do PSD, Gilberto Kassab, quando Pacheco deixou o DEM para se filiar ao partido, em outubro passado. Desde então, o senador ainda não fez movimentos para iniciar uma campanha presidencial e tampouco se mostrou competitivo nas pesquisas eleitorais.

Leia Também

A falta de movimentação de Pacheco fez Kassab procurar alternativas. O PSD agora flerta com o tucano Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, que perdeu para João Doria nas prévias dos PSDB para definir o presidenciável do partido. 

Nesta terça-feira, Pacheco afirmou que em breve o PSD anunciará qual será o seu posicionamento na corrida presidencial, mas não deu data: 

“Em breve o partido, PSD, deve ter uma posição com relação a sua posição nacional. Isso naturalmente me envolve. Eu farei parte dessa discussão, mas não necessariamente como candidato”.

Leia Também:  ATAQUE À DEMOCRACIA: PGR abre apuração sobre ataques de Bolsonaro às urnas

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


COMENTE ABAIXO:

Propaganda

POLITÍCA NACIONAL

Doria acusa PF de perseguição após novo laudo sobre vídeo íntimo

Publicados

em

Por


source
Doria acusa PF de perseguição após novo laudo sobre vídeo íntimo
Reprodução/Flickr

Doria acusa PF de perseguição após novo laudo sobre vídeo íntimo

O governador de São Paulo,  João Doria (PSDB), acusou, nesta terça-feira, a Polícia Federal de perseguição após a divulgação de um laudo que afirma não haver sinais de adulteração num vídeo de uma suposta orgia registrada em 2018, no qual a imagem de um homem é associada a ele. O pré-candidato à Presidência da República afirmou que a PF “decidiu ressuscitar a investigação de um caso da eleição de 2018” — quando disputava o segundo turno e o vídeo começou a circular em redes sociais — e que se tornou “o maior crime eleitoral já realizado contra um candidato na história do Brasil, justamente quando se aproximam as próximas eleições presidenciais”.

Em nota, o governador disse que ficou surpreso com a divulgação do laudo já que outros, independentes e produzidos na época em que as imagens viralizaram, comprovaram, afirmou ele, que “o vídeo em questão é uma fraude primária”.

“É revoltante que a Polícia Federal não tenha investigado os autores do crime em 2018. Agora, quatro anos depois do episódio, utiliza essa fake news não para elucidar o caso, mas para atingir a vítima desta armação sórdida”, disse Doria.

‘Não me intimidarei’

O governador afirmou que não se intimidará: “Lamentavelmente, uma parte da instituição de Estado tem sido utilizada para propósitos políticos, como já ocorreu recentemente com outros pré-candidatos à presidência. É uma afronta ao Estado Democrático de Direito. Não me intimidei na época desse crime e não me intimidarei com essa tentativa rasa para prejudicar a minha pré-candidatura”.

Leia Também:  Equipe de Bolsonaro 'escanteia' Eduardo por medo de radicalização

O teor do laudo sobre o vídeo divulgado às vésperas das eleições foi antecipado pela revista Crusoé e confirmado pelo GLOBO. O documento foi elaborado pelo perito da Superintendência da PF em São Paulo e produzido no âmbito de um inquérito requisitado por Doria para apurar difamação eleitoral. O laudo afirma, contudo, que tentou identificar as mulheres que aparecem no vídeo, mas que por causa da falta de qualidade das imagens, isso não foi possível. O técnico também afirma que não foi “encontrando sinais de adulteração nas imagens examinadas.”

Veja o que diz, na íntegra, o governador de SP

“Fui surpreendido hoje com a informação de que a Polícia Federal decidiu ressuscitar a investigação de um caso da eleição de 2018, que se tornou o maior crime eleitoral já realizado contra um candidato na história do Brasil, justamente quando se aproximam as próximas eleições presidenciais.

Leia Também

Laudos independentes produzidos na época do episódio comprovaram de maneira cristalina que o vídeo em questão é uma fraude primária. A Revista Veja publicou em outubro de 2018 documento técnico que comprovou “alterações digitais” e manipulação. Um segundo laudo independente também comprovou a fraude desse vídeo.

É revoltante que a Polícia Federal não tenha investigado os autores do crime em 2018. Agora, quatro anos depois do episódio, utiliza essa fake news não para elucidar o caso, mas para atingir a vítima desta armação sórdida.

Lamentavelmente, uma parte da instituição de Estado tem sido utilizada para propósitos políticos, como já ocorreu recentemente com outros pré-candidatos à presidência. É uma afronta ao Estado Democrático de Direito.

Não me intimidei na época desse crime e não me intimidarei com essa tentativa rasa para prejudicar a minha pré-candidatura.

A determinação de construir um país mais justo, próspero e pacificado é maior do que a tentativa torpe de atacar a minha honra e da minha família.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS MS

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA