TRÊS LAGOAS

CIDADES

BOA NOTÍCIA! Chuvas retornam no final de agosto com grande volume em MS

Publicados

CIDADES

Meteorologia explica que a previsão para a última semana de agosto e início de setembro pode ser de muita chuva

A população sul-mato-grossense deve esperar mais um pouco para ver novamente as pancadas de chuvas, pelo menos é o que indica o Cemtec (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), que prevê a possibilidade de precipitações de grande volume no fim de agosto.

Para os próximos dias, existe uma pequena chance de chuvas fracas acontecerem em todo o estado, mas o volume não deve passar dos 3 milímetros, muito pouco para quem enfrenta uma grande estiagem nos últimos meses.

Porém, a meteorologia explica que a previsão para a última semana de agosto e início de setembro pode ser de muita chuva e garantir um acumulado muito alto, capaz de findar a estiagem que já dura dois meses em Campo Grande, por exemplo.

Segundo o Cemtec, entre os dias 27 de agosto e 4 de setembro, a previsão é que aconteça chuvas acumuladas de forma significativa, ou seja, de grandes volumes. Para a região sul da região pantaneira e porção central da região leste é previsto uma chuva de 40 a 50 milímetros.

Leia Também:  Regulação, licitações públicas e lei de improbidade administrativa são temas de evento

Os maiores números ficarão com a parte do centro-norte, que pode registrar de 50 até 80 milímetros de chuva e o norte das regiões pantaneiras, centro-norte e o leste que podem receber de 90 a 125 milímetros de chuva, capazes de amenizar o extremo calor e acalmar os incêndios florestais.

De acordo com dados meteorológicos do Cemtec-MS (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), a última chuva sobre Campo Grande aconteceu no dia 11 de junho, onde foi registrado cerca de 16 milímetros de aguaceiro.

O relatório mensal ainda apontou que dois dias antes, houve a primeira chuva daquele mês e foi maior que a segunda chuva, tendo registrado 21 milímetros. Mas o mês, no entanto, ficou 24 dias sem chuva.

A chuva passou despercebida pelo mês de julho, onde o relatório da meteorologia aponto que os chuviscos e garoas foram responsáveis por apenas 1 milímetro de chuva e que o mês anterior ficou 28 dias sem chuva, mesmo com a chegada de diversas frente frias entre os dois últimos meses.

Leia Também:  Agepen amplia quantidade de armas para reforçar vigilância externa, escolta e custódia hospitalar de detentos em Dourados

CREDITO: TOPMIDIA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CIDADES

BRIGAS: Homem quebra a perna ao discutir com colega em frigorífico de Nova Andradina

Publicados

em

Discussão começou por causa da demora em retirar caminhão já carregado.

Funcionário, de 27 anos, discutiu com o colega de trabalho, de 33 anos, e acabou com a perna quebrada, na madrugada desta quarta-feira (6), em Nova Andradina.

Conforme o Jornal da Nova, a discussão entre os trabalhadores começou por causa de um carregamento, no pátio de um frigorífico, que fica na saída para Ivinhema.

Ainda segundo o site, a vítima teria demorado para retirar o caminhão do local após o carregamento. Os dois trocaram pancadas, até o funcionário de 27 anos quebrar a perna.

O Corpo de Bombeiros Militar compareceu ao local e encaminhou o homem ferido até o Pronto Socorro do Hospital Regional para que ele ficasse em observação.

O outro homem foi encaminhado pela Polícia Militar para a Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa.

 

CREDITO: TOPMIDIA

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Diagnóstico encomendado pelo Governo de MS aponta gargalos da BR-262 e reforça urgência de concessão da rodovia
Continue lendo

TRÊS LAGOAS MS

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA