TRÊS LAGOAS

MATO GROSSO DO SUL

CANGAÇO: Polícia monta bloqueios para evitar vinda de quadrilha para MS

Publicados

MATO GROSSO DO SUL

A polícia militar entendeu ser preciso tomar ações preventivas com o intuito de frustrar uma possível entrada no estado sul-mato-grossense.

Fiscalizações ativas e cerco nas principais saídas para São Paulo. É assim que a Polícia Militar de Mato Grosso do Sul trabalha e deve trabalhar nos próximos dias para evitar que a quadrilha responsável pelo assalto a bancos em Araçatuba, passe para o estado que é vizinho do estado paulistano.

Embora entendam que não seja uma das alternativas dos criminosos, a polícia militar entendeu ser preciso tomar ações preventivas com o intuito de frustrar uma possível entrada no estado sul-mato-grossense, como explica em nota.

Entre as principais fiscalizações estão as cidades de Três Lagoas, Brasilândia, Selvíria e Aparecida do Taboado.

Em todas essas cidades, o policiamento foi reforçado e intensificado por meio das equipes das Unidades de Área, PMR (Polícia Militar Rodovoária), DOF (Departamento de Operações de Fronteira), além das equipes do BPMChoque e BOPE, que estão em prontidão na Capital.

Novo Cangaço

Na madrugada deste domingo, um grupo criminoso assaltou três agências bancárias em Araçatuba. Antes de invadir os bancos, os suspeitos fizeram reféns, inclusive alguns foram amarrados no capô dos veículos, para inibir a ação policial.

Leia Também:  RETOMADA DA ECONOMIA: Prefeito lança pacote de obras com R$ 1,3 bilhão em recursos

Depois de roubarem dinheiro das agências, o bando interditou vias com carros, pregos para furar os pneus das viaturas e bombas.

Houve troca de tiros com algumas equipes da polícia, sendo que três bandidos foram presos.

Um ciclista passou perto de uma das bombas, que era acionada por sensor, e perdeu as duas pernas e alguns dedos das mãos. Ele está internado e corre risco de morrer.

 

CREDITO: TOPMIDIA

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO DO SUL

DEFENSORIA PÚBLICA DE MS: Ação da Defensoria capacitou mulheres sobre violência doméstica

Publicados

em

Ação fez parte da campanha Agosto Lilás e terminou no mês de setembro passando por 5 bairros da Capital.

Durante os meses de agosto e setembro, a Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul passou com o atendimento móvel por cinco comunidades da Capital e capacitou 135 mulheres sobre violência doméstica. Além de fazer o atendimento jurídico de outras 30.

A ação foi realizada pelo Nudem  (Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher), em parceria com a Cufa (Central Única das Favelas) e passou pelos bairros São Conrado, Mário Covas, Lagoa, Aldeia Água Bonita e Samambaia, onde as moradoras disse nunca ter ouvido falar sobre seus direitos e não conhecerem sobre o disque denúncia pelo 180.

Nos encontros, as participantes aprenderam sobre a Lei Maria da Penha, ciclos da violência, medidas protetivas e canais de denúncia. A ação teve início em agosto, durante a campanha Agosto Lilás e terminou no mês de setembro.

Segundo a defensora pública e coordenadora do Nudem, Thais Dominato, as dúvidas mais comuns entre as mulheres foram sobre a obrigação de permanecer na casa em casos de violência e porque a punição mantinha o agressor preso por pouco tempo.

Leia Também:  Casal de menores infratores são apreendidos pela Polícia Militar por porte de drogas em Chapadão do Sul

A defensora destacou ainda que a intenção principal do atendimento móvel no interior das comunidades é a educação em direitos.

“Por se tratar de uma temática complicada para o atendimento presencial, poucas mulheres têm coragem de denunciar naquele momento, então, a ideia era deixarmos as mulheres um pouco mais informadas para ajudarem umas às outras. Muitos atendimentos foram resolvidos na hora, mas em outros, fotografamos os documentos para fazer ações”, disse Thais.

Ainda conforme a Defensoria, todos os atendimentos contaram a participação da assessora Thaís Miyasato e equipe psicossocial do Nudem formada pela psicóloga Keila de Oliveira e assistente social Elaine França.

 

CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

TRÊS LAGOAS MS

MATO GROSSO DO SUL

POLÍCIA

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA